© 2019 Vasilescu Voice Acting. Todos os direitos reservados.

PAULO VASILESCU

Ator (especializado em Voice Acting) e Locutor Publicitário, graduado em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Fluente em Língua Inglesa. Atua profissionalmente desde 1993 - DRT 4920.

 

 

PRINCIPAIS TRABALHOS:

PUBLICIDADE:
Embora sempre tenha trabalhado com locução publicitária, foi quando se mudou para São Paulo, em 2013, que conquistou destaque e reconhecimento profissional dentro do mercado nacional. Assina a locução de importantes campanhas, como o jingle para premiada “Skol Summer House” (Bigodón), a campanha de lançamento do Guaraná Black, a primeira campanha produzida no Brasil para Land Rover, o teaser da internacionalmente premiada novela “Verdades Secretas”, Itaú, Rufles, Sky Play, Stella Artois, Whiskas, TIM, Gatorade, Hellmann’s, Visa, O Boticário, Samsung, Nissan, Mizuno, Ford, Citroën, Mitsubishi, Subway, etc.

TRAILERS:
Há dois anos é parceiro da NBC Universal Pictures - Brazil, fazendo locução para versões nacionais de trailers dos lançamentos da produtora, entre eles: “Us”, “BlacKkKlansman”, “O Estranho que nós amamos”, “Duas Rainhas”, “Halloween 2018”, “Atômica”, “The Post”, “Lady Bird”, “Mama Mia II”, etc.

VOZ ORIGINAL PARA ANIMAÇÃO:
O ator Paulo Vasilescu faz a vóz do sapo “Duque”, na série de animação “S.O.S Fada Manu”, produzida pela Boutique Filmes para o canal Gloob. Já fez participações especiais em outras séries, tais como: “Boris e Rufus”, do Disney Chanel, “Rocky e Hudson”, do cineasta e animador Otto Guerra, etc. Participou de workshop com a renomada atriz de voz e diretora de atores
para animação Melissa Garcia.

TEATRO E CINEMA:

Ator profissional há mais de 25 anos, tem uma vasta atuação no teatro, onde começou sua carreira, passando pelo teatro infantil, teatro de rua, o teatro universitário e o circuito de teatro profissional. Idealizou e interpretou por 13 anos a personagem Zuleika Zimbábue; consagrada no sul do país, onde desenvolveu diversos trabalhos com ela: shows de humor, espetáculos musicais e teatrais, além de sua banda de rock “Zuleika & Os Confirmados”. Atuou também em diversos projetos de cinema, sobretudo em SC.  

“ZULEIKA E OS CONFIRMADOS”. Banda de rock da personagem. (2005 – 2013) (abriu para a banda CSS em 2005, em Florianópolis – apresentações por toda Região Sul do Brasil).

“ZOOLÓGIKA; humor, cultura e diversão sem cerca de proteção”. Show semanal, de humor e música, com Zuleika Zimbábue (2007 – 2013 - Florianópolis).

“PARAÍBA WOMAN”. Autoria. Emílio Pagotto (2007 - Florianópolis).

“TUDO ISSO É MUITO BONITO MAS, REALMENTE, NÃO HÁ NADA COMO UM GAUGUIN”. Espetáculo teatral tragicômico, ao lado do pianista Diogo de Haro (2011 – 2012 - Florianópolis).
“LA GONGA”. Show de calouros da Zuleika. (2008 – 2011 - Florianópolis).

“MI MUÑEQUITA” – espetáculo teatral que fez o circuito nacional “Palco Giratório”, do SESC
“A CASA TOMADA”. Dir. André Carreira (2006 – turnê estadual).
“BLASFÊMEAS”. Dir. Rafael Pereira Oliveira. (2003 – Florianópolis).
“CABARET ELÉTRIKO”. Com Luís Canela. (2003-2005 - Florianópolis).
“ZULEIKA IN CONCERT”. (2002-2003 - Florianópolis).
“A TRAGÉDIA DE HAMLET”. Montagem final do curso de Artes Cênicas da UDESC. Direção: André Carreira. (1999 – Florianópolis e Laguna).
“AUTO DE 99”. Dir. Paulo Vasilescu (para o Grupo A de teatro) (1999 – Florianópolis e
Blumenau).
“A DESTRUIÇÃO DE NUMÂNCIA” Dir. André Carreira (1998 – turnê nacional).
“MANCHA; EXPERIÊNCIA PARA UM ATOR SOLITÁRIO” Dir. Paulo Vasilescu (1997 -
Florianópolis).
“CICLO”. Direção coletiva. (Novo Hamburgo – RS) (1993-1994)
“A BESTA” Direção coletiva. (Novo Hamburgo – RS) (1992)

 

CINEMA e TV:
“O DEMÔNIO E AS MARGARIDAS” (SC – 2015) – Curta metragem de Ronaldo dos Anjos,
atuando ao lado de Lug de Paula.
"QUERO TER 1 MILHÃO DE AMIGOS" (São Paulo - 2014) -série produzida pela Mira Filmes para a TV Cultura.
“D’ARTE DE MATAR PORCOS”. dir: Iur Gomez. (2013 – Florianópolis).
“BEIJOS DE ARAME FARPADO” dir. Marco Martins (2009 - Florianópolis).

“ÂNGELO, O COVEIRO” (2008 - Florianópolis).
“MATOU O CINEMA E FOI AO GOVERNADOR” dir. coletiva (2007 - Florianópolis).
“ISTO NÃO É UM FILME” dir. Loli Menezes (2006 - Florianópolis).
“O HOMEM QUE COPIAVA” (figuração) dir. Jorge Furtado (POA – 2000).
“CRUZ E SOUZA; O POETA DO DESTERRO” dir. Sílvio Back (1998 - Florianópolis).